Caminhada de 14 dias marcará as férias de julho nas missões do RS

0
166
views

Os mais belos cenários entre a campanha, fronteira, patrimônios culturais da humanidade e nacionais, em duas semanas de “fazer turismo”. Para aqueles que só contemplação já não mais encanta eis uma oportunidade de férias em família, com amigos ou mesmo só, mas unido com um belo grupo. Será um marco na existência para aqueles que peregrinarão pelas Missões dos Sete Povos durante os 14 dias de caminhadas nas antigas estradas dos Jesuítas e Guaranis.

Realizar esta façanha é o que milhares de pessoas de vários lugares do mundo já realizaram. É hora de perguntar a si onde estão às forças para eu fazer esta grande aventura tão sonhada. Para ajudar o incentivo está se dando um desconto muito especial para esta data.

A caminhada pode ser de 14 dias, em seu tramo mais longo, esta que saí de São Borja. Na sequencia se pode entrar em São Nicolau para aqueles que querem caminhar somente 8 dias e finalmente se pode começar já na parte final do trecho onde se caminha 3 dias de São Miguel em diante – sempre se chegando em Santo Ângelo para o “encontro com seu anjo da guarda”. O caminho é um só, as pessoas é que entram na caminhada conforme suas possibilidades.

Tradicionalmente caminhantes de todas as idades estão presentes, desde pessoas de mais de 80 anos, aliás, algumas que já fizeram o trecho por 10 vezes. Jovens e crianças já participaram levados pela ideia de união familiar e de espiritualização.

No dia 16/07/2018 o grupo se encontrará na cidade de São Borja. Encontro do Grupo será as 07h:30min, onde conhecerão a cidade histórica. O início da Caminhada de 338 km será às 15h e a chegada será no dia 29/07/2018 no município de Santo Ângelo às 11h30min. Todo o grupo conta com apoio de carros e guias condutores especializados. A hospedagem e a alimentação são feitas em locais com as melhores condições da região, fazendas restaurantes e hotéis qualificados para bem receber os peregrinos. Para aqueles que querem aprofundar sobre os serviços oferecidos no roteiro é importante entrar em contato através do site www.caminhodasmissoes.com.br – ou telefone 55.3312.9632 – Whats 55.9.8405-8528.

Claro que aqueles que querem fazer de carro este ou outros roteiros missioneiros dentro do Brasil ou no MERCOSUL às férias estão aí.

– – – – – – –

Alguns detalhes do dia a dia

1º Dia: Às 8h, recepção do grupo em São Borja, cidade com 62.897 habitantes (atualização – IBGE 2016). Entrega da credencial e 1° selo do peregrino, informações históricas (local a ser informado). Tour pela manhã pelos principais atrativos turísticos de São Borja, espaços que contam e mostram distintos períodos da história: 1º dos Sete Povos das Missões fundado em 1682 e a história dos presidentes do Brasil: Getúlio Vargas e João Goulart.

Almoço do grupo, seguindo com as informações técnicas do roteiro e preparação mística com entrega do amuleto do Caminho e cajado feitos pelos índios Guarani. Início da caminhada de 14 km até a comunidade de Passo da Barca, local do primeiro pernoite.

2º Dia: Trecho de 20 km até chegar ao distrito de Sarandi, junto ao “bolicho” do casal local. Restante do dia livre. Convívio com a rotina interiorana e comunidade local. Opção de passeio no Rio Uruguai.

3º Dia: Caminhada de 19 km. Em estradas de terra vermelha até as margens do Rio Uruguai, mais 12 km de barco pelo Rio Uruguai que divide o Brasil e a Argentina, contemplação das belezas naturais, revivendo histórias dos tempos dos jesuítas, índios e dos pescadores que utilizam o rio. Desembarque junto a uma bela mata ciliar, percorre mais 5.5km até chegar na belíssima Fazenda de propriedade da família Isbrischt. Total caminhada do dia 24.5 km.

4º Dia: Trecho de 18 km entre planícies e vista panorâmica até chegar ao distrito de São José Velho, município de Garruchos. No pequeno povoado é possível encontrar telefone público, pequenos armazéns e bares.

5º Dia: Trecho de 29 km, estrada bastante plana com pouco movimento, margeando o rio Uruguai, campos e fazenda de gado. Próximo ao meio-dia o grupo faz uma parada para lanche e descanso mais longo, junto à margem do Rio Uruguai uma belíssima paisagem. Pode encontrar o Sr. Chico – antigo balseiro, tendo oportunidade de ouvir suas histórias. Seguindo o caminho, por campos de criação de gado, até parada final na propriedade de Ramão e Zaida.

6º Dia: Trecho de 23 km até São Nicolau, cidade de 5.704 habitantes ( atualização – IBGE 2016). Passa pela barca no Rio Piratini, um dos principais afluentes do Uruguai. Almoço, hospedagem e tempo livre. Por volta das 17h, visita guiada ao museu, ruínas do antigo povoado missioneiro e ao Casarão Silva. Momento de integração ao grupo que inicia a caminhada de 8 dias a partir de São Nicolau.

7º Dia: Saída cedo para o trecho do dia que são 31 km, até parada de apoio na fazenda de Irene Both são 16 km. Local de lanche de trilha e descanso depois têm mais 15 km até chegar ao local de hospedagem, uma escola desativada aos cuidados de Dona Antônia.

8º Dia: Trecho de 17 km até São Luiz Gonzaga, cidade com 35.123 habitantes (atualização – IBGE 2016). Na entrada da cidade, visita à Gruta Nossa Senhora de Lourdes, um dos locais bastante visitados e está relacionado com a História da Coluna Prestes. O antigo povoado missioneiro do período Jesuítico Guarani, tem boa estrutura de comércio (lojas, farmácias e supermercados) e serviços ( bancos, hospital). A tarde visita guiada aos outros atrativos locais.

9° Dia: Trecho de 19 km. Percorrendo praticamente o mesmo caminho do período Jesuítico Guarani. Hospedagem e alimentação do dia em uma propriedade rural. Convívio com vida e cotidiano interiorano, história e causos do dia-a-dia do homem do campo.

10° Dia: Trecho do dia, aproximadamente, 22 km. Início da caminhada antes do amanhecer para vermos nascer do sol no caminho, visitar no início da manhã as ruínas de São Lourenço Mártir, local belíssimo, envolvente, místico. Seguimos mais 12 km até chegarmos ao Santuário do CAARÓ, envolto pela natureza, fonte de água milagrosa e a história do início dos primeiros povoados Jesuítico Guarani, o local nos reserva uma boa alimentação e descanso.

11º Dia: Trecho de 23 km. Saída cedo, por campos e estradas de terra para chegar por volta de meio dia em São Miguel das Missões. 7.742 habitantes (atualização – IBGE 2016). Parada para almoço. 700m à frente fica a Pousada das Missões com ótima estrutura, (verão piscina), está situada a uma quadra do Sítio Arqueológico. Em torno de 16h30min, momento de integração ao grupo que inicia a caminhada de três dias. Visita guiada ao Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo – Patrimônio Cultural da Humanidade – Museu das Missões, maior acervo de arte sacra pública do Brasil e o artesanato Guarani. Ao entardecer, Espetáculo de Som e Luz no Sítio Arqueológico (duração: 48 min).

12º Dia: Trecho do dia 30 km. Por estradas de terra e trajeto por propriedades, sendo possível avistar açudes, animais silvestres e lavoura irrigada. Parada para almoço em uma granja ocorrendo interação com pessoal local. Além de conhecer a diversidade de produção de grãos: ervilha, milho pipoca, feijão, soja, trigo, etc. Até aqui 17 km. Depois temos mais 13 km até o antigo casarão (antigo Bolicho de campanha) do Sr. João de Matos. Noite com causos, histórias, declamações gauchescas. Janta e hospedagem.

13º Dia: Trecho do dia são 27 km. Até o Sítio Arqueológico de São João Batista são 12.5 km. Visita ao antigo povoado que foi a 1ª fundição de ferro do Sul do Brasil. Trilha ecológica e cultural para conhecer tipos de plantas e de árvores utilizadas por índios e padres jesuítas. Segue mais 4 km, parada para almoço, descanso e repor energias. À tarde mais 10 km, até chegada final no Parque das Fontes. Local com ampla área verde e com opção de banho em piscinas de água natural (verão).

14º Dia: Trecho de 14 km até chegada em frente à última redução a ser construída: San Angel Custódio, atual Santo Ângelo, 76.275 habitantes (atualização – IBGE 2016). No caminho, passarão pela ponte do Rio Ijuí, seguindo por trajetos que ligavam os antigos povoados das missões. Ritual de chegada ao som dos sinos, em frente à Catedral Angelopolitana. Após chegada, almoço de encerramento com o grupo, entrega de certificados. Restante da tarde livre para passeios opcionais ou retorno.

Operadora Caminho das Missões

Rua Antunes Ribas, 984, Santo Ângelo – RS.

[email protected]

www.caminhodasmissoes.com.br

telefone 55.3312.9632 – ou whats 55.9.8405-8528.

José Roberto de Oliveira

Pesquisador