Excesso de chuva causou inúmeras invasões em residências na cidade e danificaram diversas pontes no interior

Considerando a ocorrência do grande volume de chuva ocorrido no último final de semana, a Administração Municipal reuniu-se emergencialmente, na manhã desta segunda-feira, dia 10 de abril, no Gabinete do Prefeito Ruben Weimer, na presença do Vice-prefeito Antonio Carlos Dalla Costa, secretário municipais, assessores, representante da Emater, Cláudio Reis e o presidente da Comissão Municipal de Defesa Civil, Leandro Cordeiro, para tratar das medidas a serem adotadas a fim de amenizar os prejuízos causados pela chuva excessiva que ocorreu. Concomitantemente está sendo realizado levantamento no interior do município, bem como na zona urbana, dos danos causados pelo grande volume de chuva.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, juntamente com a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos e a Secretaria Municipal de Promoção Humana estão recebendo desde o último sábado, dia 08, inúmeros pedidos de ajuda por parte da população tanto da cidade quanto do interior. Dentre os pedidos dos munícipes, estão o auxilio a famílias que tiveram casas e empresas invadidas pela água na cidade. No interior a situação se agrava ainda mais, pois muitas localidades do interior ficaram isoladas pelo motivo de pontes/pontilhões terem sido danificadas e outras completamente destruídas.

Com base na real situação apresentada pelos integrantes da reunião desta manhã, e preocupado com esta situação, o Prefeito Ruben Weimer irá decretar situação de emergência, após parecer favorável do Conselho Municipal de Defesa Civil. Mesmo sabendo da impossibilidade de receber recursos Estaduais e Federais, devido aos requisitos exigidos pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC) para concessão de reconhecimento de situação de emergência, o qual hoje deverá resultar em 2,777% da Receita Corrente Líquida Anual do município.

De qualquer foram, Ruben avalia que recursos municipais serão liberados conforme necessidade para que a população atingida possa ser atendida.

Além dos atendimentos já prestados pela Prefeitura no final de semana, dados que servem para embasar o decreto, secretários estão trabalhando no levantamento da real situação para compor o documento.

Alguns trabalhos como, por exemplo, a recuperação de estradas, as quais antes das intempéries foram praticamente 100% revitalizadas, tendo em vista o período de safra. Estas terão um novo acompanhamento, assim que o tempo der condições de trabalho das máquinas. Algumas famílias da cidade foram auxiliadas com lonas e ajuda na retirada da água que invadiu dezenas de residências. Outras terão que esperar por um projeto, que de certa forma venha a readequar as obras de asfaltamento urbano recentemente implantado, pois com a cobertura asfáltica, reduziu-se drasticamente a absorção da água pelo solo, e não havendo uma drenagem adequada, deverá ser realizado um estudo mais cauteloso e que envolverá um projeto e serviços que exijam maior tempo de execução.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here