Inovação em tempos de coronavírus

Em tempos de crises, sempre tem aqueles que estão dispostos a pensar em soluções para ajudar as pessoas. Muitas dessas possibilidades vêm das startups, que possuem diversas iniciativas que servem como alternativa para enfrentar esse período mais complicado em que vivemos.

Uma proposta surge em um momento em que as pessoas estão em quarentena e necessitam de auxílio para enfrentar esse período mais intenso do Coronavírus. Trata-se do serviço gratuito de “Vídeo Orientação Médica” e “Acolhimento Psicológico” que foi lançado esta semana pela Fácil Consulta, de Pelotas. Através do site (https://medicina.facilconsulta.com.br/atendimentos-gratuitos?origem=site), é possível encontrar um médico ou psicólogo voluntário para uma consulta ou para esclarecer dúvidas. O trabalho é específico para pessoas que têm dúvidas ou possuem os sintomas relacionados à pandemia. São sessões de aproximadamente 30 minutos.

“O objetivo é ajudar a grande demanda de pessoas e orientá-los da melhor forma. Tem pessoas que têm os pais idosos e não podem visitar, ficam apreensivas. Tivemos uma adesão maior do que esperada por profissionais e pelo público. Nas primeiras 24 horas, tivemos uma média de um atendimento por hora e estamos recebendo pessoas de todo o país”, destaca o diretor-executivo e fundador da Fácil Consulta, Ramiro Martins.

Outro exemplo vem da StartGrid, uma plataforma desenvolvida para agilizar a gestão das escalas de trabalho em hospitais e que permite aos gestores das instituições de saúde configurarem os horários, segmentando os colaboradores por grupo de risco. Através do aplicativo, é possível também notificar se algum colaborador manifestou sintomas da enfermidade.

Inovação em tempos de coronavírus

Comprar, consertar e emprestar

O Portal do Médico é considerado o maior marketplace de saúde do país, responsável por uma parte significativa das vendas de produtos hospitalares e equipamentos médicos do mercado. Também pensando em ajudar os clientes (hospitais, clínicas, laboratórios, consultórios, médicos e profissionais da saúde em geral), o portal não irá cobrar comissões sobre a venda e aluguéis de produtos hospitalares e equipamentos médicos ligados à doença durante 30 dias.

Os fundadores também passaram a oferecer um mês grátis do Sistema Integrado de Telemedicina e, através de parceiros, estão comprando respiradores usados para recolocá-los no mercado, atendendo hospitais e clínicas que precisam do equipamento em caráter de urgência. O contato pode ser feito através do email [email protected]

Essas empresas estão em estágio de crescimento/escala e já participaram ou estão participando de programas de startups do Sebrae RS, os quais o objetivo é acelerar o desenvolvimento desses negócios conectando com oportunidades de mercado.

“O Sebrae está envolvido junto ao sistema de inovação para ajudar nas questões relacionadas ao COVID-19, conectando startups que desenvolvem tecnologias a quem realmente precisa dessas soluções”, destaca a coordenadora de Startups do Sebrae RS, Debora Chagas

Fonte: SEBRAE RS

Publicidade