Mobilização do Governo Municipal, AMM e empresários garante mais cinco leitos de UTI no HSA

 

A mobilização em busca de recursos que garantem a instalação de mais cinco leitos na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Santo Ângelo (HSA) foi encerrada com sucesso na noite desta quarta-feira (24). Os valores necessários para a instalação foram viabilizados partir de uma parceria entre o Governo Municipal, Associação dos Municípios das Missões (AMM) e empresários locais.
O trabalho iniciou ainda no mês de abril. A partir do anúncio da liberação de respiradores para o Rio Grande do Sul, o deputado estadual Eduardo Loureiro iniciou a articulação junto a secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, para a destinação de equipamentos ao HSA. Uma reunião com a secretária foi solicitada, que contou com a participação do prefeito Jacques Barbosa, do coordenador regional de Saúde, Iury Zabolotsky e do presidente da Câmara de Vereadores, Pedro Wasckiewicz. No início de maio, com equipamentos próprios e doação de dois respiradores da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santo Ângelo, o HSA já conseguiu credenciar nove novos leitos de UTI.
Na semana passada, o Estado confirmou o repasse de cinco novos respiradores para o hospital, que é referência regional. Tão logo foi feita a confirmação, o prefeito Jacques Barbosa, o deputado Eduardo Loureiro e o secretário municipal de Saúde, Luís Carlos Cavalheiro, iniciaram as tratativas com a direção do HSA, prefeitos da região e empresariado local para obter os recursos necessários para o funcionamento dos novos leitos.
O provedor e o administrador do HSA, Odorico Almeida e Marcelo Borges, apresentaram um levantamento de custos, envolvendo a equipe de trabalho e a estrutura. Seriam necessários R$ 650 mil para três meses de funcionamento. A partir daí, Governo Municipal, juntamente com a direção do HSA começou a mobilizar prefeitos e empresários.
Duas reuniões foram realizadas. Na primeira, foram apresentados os valores necessários aos empresários. O empresário Fernando Londero assumiu a coordenação do trabalho de levantamento de recursos. Da mesma forma, houveram tratativas com os prefeitos da AMM.
Na noite de quarta, foram confirmadas as doações. O Governo Municipal de Santo Ângelo destinará três parcelas de R$ 50 mil. A AMM também pagará três parcelas de R$ 50 mil. Com relação às empresas, o Frigorífico Alibem doará R$ 100 mil e o Frigorífico Callegaro outros R$ 50 mil. As empresas do ramo supermercadista se uniram e vão doar R$ 80 mil. Os outros setores do comércio entrarão com R$ 50 mil e os outros R$ 70 mil serão bancados pelo HSA.
Vale lembrar que o Governo Municipal já havia contratado 15 leitos clínicos para casos de Covid-19 no HSA, cujo investimento pode chegar a R$ 1 milhão no trimestre.
A direção do HSA iniciará o procedimento de cadastramento dos novos leitos ainda nesta quinta-feira, 24, com a expectativa de que com a confirmação pelo Estado, eles já sejam incluídos na análise dos critérios para a definição da cor da bandeira da região que ocorrerá nesta sexta-feira, 26. A partir desse credenciamento, o HSA passa a contar com 24 leitos de UTI.

Texto: Hogue Dorneles
📸Fotos: Fernando Gomes

Fonte: Prefeitura Municipal de Santo Ângelo

Publicidade