Sebrae RS estimula municípios a participarem da Redesimples

A burocratização que atrapalha a vida dos empreendedores vai cedendo espaço a iniciativas para simplificar a abertura de negócios e a rotina das empresas. Desta forma, o empreendedorismo pode avançar e colaborar na retomada da economia. Com este foco, a videoconferência realizada nessa terça-feira, 19 de maio, mostrou aos gestores e servidores municipais a importância de aderirem à Redesimples. A ação teve a participação do Sebrae RS, Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs), Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul (JucisRS) e Governo do Estado, através do Descomplica RS.

Durante duas horas foram apresentados os resultados do projeto iniciado em 2014 e as vantagens para os municípios e seus empreendedores. “Mais do que nunca temos que facilitar a vida de quem quer empreender”, afirmou o secretário estadual de Governança e Gestão Estratégica, Cláudio Gastal. “A saída para a economia rodar é pelo empreendedorismo”, ressaltou. O diretor-superintendente do Sebrae RS, André Godoy, considerou que a integração dos municípios à Redesimples é importante para a construção de ambientes favoráveis ao desenvolvimento de negócios. “O caminho mais rápido para recuperar a economia é estimulando o empreendedorismo”, reforçou.

Até agora, 306 municípios estão integrados à Redesimples, beneficiando 93% das micro e pequenas empresas do Estado. A meta é alcançar mais 100 prefeituras integradas no final de 2020 até atingir a totalidade dos 497 municípios gaúchos em 2022. Desde 2014, em parceria com a JucisRS, o Sebrae RS dá o suporte e apoio necessários para viabilizar a integração dos municípios interessados em fazer parte desta Rede. “Há um curso online gratuito disponível no portal do Sebrae sobre a Redesimples para ser realizado pelos servidores municipais. Também é disponibilizada uma consultoria para tirar dúvidas do curso e a capacitação dos servidores para utilização do sistema integrador”, explicou o gestor de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae RS, Márcio Benedusi. Para aqueles municípios que ainda não estão integrados e gostariam de receber informações a respeito, podem entrar em contato através do telefone da Central de Relacionamento do Sebrae RS – 0800 570 0800.

“A parceria com os municípios é fundamental”, destacou o vice-presidente da JucisRS, Saulo Martinelli. Entre as vantagens para o município integrado está o controle de todas as empresas constituídas no seu território e a formação de uma base de dados cadastrais centralizada e compartilhada. O coordenador da

Redesim na Jucis RS, Sílvio Ramão, detalhou como funciona a trilha do empreendedor em municípios já integrados à Redesimples. Como órgãos como Bombeiros, Vigilância Sanitária, Meio ambiente e Secretaria Estadual da Fazenda já estão na plataforma, a concessão de alvarás tornou-se muito mais ágil. Também participaram da videoconferência o coordenador jurídico da Secretaria de Governança e Gestão Estratégica, Tomas Holmer; o procurador Tiago Bona e o secretário-geral da Jucis RS, Carlos Vicente Bernardoni Gonçalves.

Saiba mais

O projeto para a implantação da Redesimples foi iniciado em 2014 com a Jucis RS e o Sebrae RS também contribuiu para criação da Junta Digital, por meio da digitalização de 18 milhões de imagens do acervo de documentos da JucisRS. Para se ter uma ideia do impacto positivo, desde dezembro de 2018, não há mais necessidade, por exemplo, de levar cópias de documentos na Junta para abrir uma empresa, pois os municípios já têm acesso à Junta Digital que permite a abertura, alteração e extinção de empresas através da internet. Além de dar maior transparência aos registros empresariais, o serviço torna o processo mais ágil, com mais segurança e confiabilidade.

O registro empresarial, feito no modelo antigo, levava em média oito dias para ficar pronto. Com a nova ferramenta digital, o tempo é reduzido para algumas horas. E o empreendedor ainda consegue acompanhar todo o andamento do processo online. O Registro Digital, que já era obrigatório em Porto Alegre, desde julho de 2018, agora é obrigatório em todo o RS e Sebrae RS participou ativamente desse mutirão contra a burocratização promovendo seminários regionais, em parceria com a JucisRS, para a divulgação do funcionamento da Junta Digital.

Sebrae RS estimula municípios a participarem da Redesimples

Fonte: SEBRAE RS

Publicidade