Qual a quilometragem ideal para comprar um veículo seminovo?

Qual a quilometragem ideal para comprar um veículo seminovo?

11 de dezembro de 2020 Off Por admin

Uma das grandes preocupações na compra de um seminovo sempre tem a ver com a quantidade de quilômetros rodados por aquele veículo. Apesar de ser uma informação verificada com tanta frequência, muitos acabam sem saber se existe uma quilometragem máxima ideal na compra de um automóvel. Hoje você vai descobrir quantos km um carro deve ter para que a compra valha a pena.

Além disso, venha descobrir conosco a importância da quilometragem para um carro seminovo e como isso afeta a saúde mecânica de um carro no geral. Entenda também quais são os riscos de uma quilometragem alta e qual é o tipo de negócio que deve ser evitado para não ter dor de cabeça quando se trata km rodado. Confira:

A importância da quilometragem na compra de um seminovo

Antes de qualquer outra coisa, é bem importante esclarecer algo muito importante: a quantidade de quilômetros rodados por um seminovo, por si só, é apenas um número. Porém, o mais importante é entender o que ele pode representar para um veículo.

Afinal, a questão aqui não é saber apenas o quanto o carro já andou, mas, sim, quais são as condições dele. Diante disso, uma quilometragem alta demais pode representar um desgaste muito grande e, portanto, mais necessidade de reparos.

Por outro lado, a quilometragem rodada não é o único fator de desgaste, podendo vir também a partir de uma falta de manutenção regular ou por más condições de uso do automóvel.

Ainda assim, a quantidade de km pela qual o carro já passou ainda é um indicador bastante importante e que merece atenção na compra de carros usados.

Qual é a quilometragem ideal para um seminovo

Sabendo qual é o nível de importância dessa questão em um carro seminovo, nada melhor do vermos, então, qual é a quantidade ideal de quilômetros rodados que um seminovo deve ter para ter o melhor investimento possível.

O mais indicado possível é tentar pegar um carro usado com até 10 mil quilômetros em seu odômetro. Porém vale dizer que é extremamente raro um dono colocar a venda um veículo com tão pouco tempo de uso.

Sendo assim, um máximo ideal de rodagem para um usado seria de algo em torno de 50.000 km a 75.000 km. Por exemplo, um Ford Focus usado em boas condições com 66 mil quilômetros rodados seria uma grande aquisição.

Claro, isso não quer dizer que um carro com mais de 75 mil quilômetros seja sempre um mau negócio. Afinal, com regulagem em dia e manutenção, um seminovo com mais rodagem ainda pode ser muito bom. Por outro lado, na maioria dos casos, carros com quilometragem desse tipo (ou maior) podem apresentar uma deterioração bem grande em peças cruciais.

Quando é melhor evitar a compra de um usado

Diante de tudo isso, é bom prestar atenção em quais são os principais sinais que mostram que a compra daquele seminovo é arriscada demais e, no fim das contas, não vale a pena. O primeiro deles, claro, é a quantidade de quilômetros rodados ser alta demais quando comparada ao seu ano de fabricação. Não apenas pelo número, mas pelo desgaste que o carro provavelmente vai apresentar.

Mas existem outros pontos que também merecem atenção, como um valor não condizente com as condições do carro (tanto para baixo quanto para cima) e, principalmente, a falta de informações sobre a situação de manutenção do veículo.

Sendo assim, digamos que há interesse na compra de uma Hyundai Tucson de segunda mão, mais do que simplesmente ver o quanto o carro já andou, é importante ver a condição do veículo como um todo para fazer um bom negócio.

Descobriu conosco qual é a quilometragem ideal para a compra de um usado e a importância dessa informação? Então faça mais pessoas saberem disso também e compartilhe esse artigo em suas redes sociais.

Imagem: Pixabay