Aplicativo facilita documentação para movimentar equinos no RS

Aplicativo facilita documentação para movimentar equinos no RS

2 de março de 2018 0 Por admin
<script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- NoroesteRS Horizontal Interna -->
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-6671241058894185"
     data-ad-slot="5444180360"
     data-ad-format="auto"
     data-full-width-responsive="true"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

Para facilitar o transporte de equinos no Rio Grande do Sul, o governo do Estado lançou um aplicativo para smartphone que amplia a agilidade e a segurança no registro dos animais. Pioneiro no país, o app Galope simplifica a emissão do Documento de Movimentação de Equídeos Identificados (DMEI), a Guia de Trânsito Animal. A nova ferramenta digital foi lançada pelo governador José Ivo Sartori, na tarde desta quarta-feira (28), em cerimônia no Palácio Piratini.

“O aplicativo para celular vai simplificar a emissão das guias e facilitar a vida dos criadores que precisam transportar seus cavalos a exposições, rodeios e cavalgadas, por exemplo. Com todas as informações no celular, vamos reduzir o tempo de emissão da guia, desperdiçando menos tempo e papel”, destacou Sartori em seu discurso.

O governador ressaltou, ainda, que o RS vive tempos de travessia e que os aplicativos que facilitam a vida dos cidadãos vão nessa direção. “Estamos promovendo as mudanças estruturais que tanto precisamos, desburocratizando e modernizando a gestão para melhor servir às pessoas. O Estado tem saída e estamos no caminho certo. Mesmo com eleições neste ano, não vamos nos omitir”, acrescentou.

De acordo com o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, a criação do software é resultado de um esforço feito por servidores estaduais e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com o apoio de todas as entidades do setor de equinos, como o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) e a Federação Gaúcha de Laço.

Facilidade para o criador

“Sem dúvida é um grande avanço em mais uma das ações desenvolvidas pelo Agro+RS, porque vai modernizar e diminuir a burocracia. E esse é o nosso objetivo: buscar a inovação como forma de tornar o cotidiano dos proprietários de animais mais simples e eficiente. Além disso, você mantém a rastreabilidade e o controle sanitário”, salientou Polo.

Ernani Polo: "Buscamos inovar como forma de tornar cotidiano dos criadores mais simples e eficiente"
Ernani Polo: “Buscamos inovar como forma de tornar cotidiano dos criadores mais simples e eficiente” – Foto: Karine Viana/Palácio Piratini

Através do aplicativo, o produtor rural poderá registrar seu animal, informando os dados de cadastro, vacinas, exames e resenhas. Após a validação da documentação, é possível emitir os documentos de movimentação de trânsito facilmente. No entanto, o modelo atual de movimentação das guias permanecerá sendo utilizado.

O rebanho equino no Rio Grande do Sul é de cerca de 584 mil animais. Para a movimentação dos cavalos, são emitidas 480 mil guias de trânsito animal por ano, sendo 90% delas para eventos esportivos.

O presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcha (MTG), Nairo Callegaro, afirmou que o lançamento do aplicativo é uma grande notícia para o setor. “É um presente para mim, que faço aniversário na próxima semana, e a todos os tradicionalistas. Muito obrigado, governo do Estado e deputados estaduais que participaram da construção dessa iniciativa. Essa ferramenta moderna vai ser capaz de atender aos anseios dos tradicionalistas”.

Para o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul, Air Fagundes, a ferramenta, além de ágil, proporciona grande contribuição à sanidade animal.

Criado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs), o aplicativo integra o programa Agro+RS.

Ferramenta pioneira será um facilitador para que os produtores emitam a Guia de Trânsito Animal
Ferramenta pioneira será um facilitador para que os produtores emitam a Guia de Trânsito Animal – Foto: Karine Viana/Palácio Piratini

Guia de Trânsito Animal

A GTA é um documento obrigatório para movimentação de equídeos para qualquer finalidade. Só pode ser expedida para exemplares oriundos de estabelecimentos que cumpram a legislação vigente. A emissão da guia por médicos veterinários habilitados fica condicionada à assistência veterinária aos rebanhos de onde se originam os animais, aos registros do estabelecimento de procedência e ao cumprimento das exigências de ordem sanitária estabelecidas.

Como utilizar o app?

O produtor deve se dirigir a uma das 250 inspetorias veterinárias espalhadas pelo estado, preencher uma ficha de cadastro com seus dados e, a partir daí, será criada uma senha de acesso para abrir o aplicativo, disponível nos sistemas IOS e Android, no aparelho celular. A cada seis meses, o produtor deve validar a documentação do animal.

No aplicativo constará:

  1. Registro individual do animal, com foto
  2. Registro de vacinas, exames, resenhas gráficas e resenhas fotográficas
  3. Emissão do documento eletrônico para movimentação do equídeo identificado

Agro+RS

A iniciativa da Seapi, em conjunto com entidades representativas do setor, trata-se de um plano de Estado que busca atender as demandas do setor agropecuário de forma mais ágil e racional. Também diagnostica os obstáculos na produção, apresentando sugestões para melhorar a situação. Com isso, a intenção é tornar os processos e ferramentas do setor produtivo mais simples e objetivas. O projeto atua em sintonia com o Agro+, implementado pelo governo federal.

Outros serviços disponíveis em apps:

– Nota Fiscal Gaúcha (NFG)

– Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)

– Central de serviços da Corsan

– Projeto Balneabilidade da Fepam, com informações sobre a qualidade das águas, condições de segurança para banho e a previsão do tempo

Texto: Leonardo Souza
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

<script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- NoroesteRS Horizontal Interna -->
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-6671241058894185"
     data-ad-slot="5444180360"
     data-ad-format="auto"
     data-full-width-responsive="true"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>
<script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- NoroesteRS Horizontal Interna -->
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-6671241058894185"
     data-ad-slot="5444180360"
     data-ad-format="auto"
     data-full-width-responsive="true"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>