Governo Municipal orienta fechamento de estabelecimentos, conforme decreto do estado do RS

 

Em detrimento da gravidade da crise sanitária que se aproxima, o Governo Municipal de Giruá orienta a todos os comerciários e proprietários de estabelecimentos que tomem medidas drásticas para conter o vírus COVID-19. Entre as medidas orientadas pelos órgãos de Saúde são: o fechamento de serviços e estabelecimentos não essenciais, e nos demais, o fornecimento de álcool gel para os clientes, proibir a aglomeração de pessoas, manter um distanciamento entre um cliente e outro, e entre os colaboradores da empresa.

A solicitação do Governo Municipal de Giruá solicita ainda, que aqueles estabelecimentos que tem a viabilidade e/ou possibilidade de se manter fechados, que os mesmo o façam. Lembrando que o Governo Municipal apenas orienta essa conduta através do decreto nº 1571/2020, mas já o Governo do Estado do Rio Grande do Sul proíbe o funcionamento de estabelecimentos em área não essenciais e mesmo nesses locais, deverá ser reforçada a higienização e reduzida a capacidade de clientes para que mantenham 2 metros de distância entre si.

E ainda, o Governador Eduardo Leite cria medidas de restrição ao comércio. Sendo que cada mercado deverá limitar o número de itens essenciais por consumidor. A prática de preços abusivos será fiscalizada pelo Procon com veemência. Os estabelecimentos também devem restringir os horários e setores específicos para a população de risco, como doentes crônicos e pessoas com mais de 60 anos.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Prefeitura Municipal de Giruá