Prazo com ipe estendido por 90 dias.

Prazo com ipe estendido por 90 dias.

20 de julho de 2017 0 Por giruaimprensapm
<script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- NoroesteRS Horizontal Interna -->
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-6671241058894185"
     data-ad-slot="5444180360"
     data-ad-format="auto"
     data-full-width-responsive="true"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

Funcionários da Prefeitura voltam a ser atendidos pelo IPE. União de forças garante um período de 90 dias até o fechamento de novo acordo.

O prefeito Ruben Weimer manteve audiência na FAMURS em Porto Alegre, juntamente com diversos prefeitos e lideranças, para chegar a um acordo para dar condições de continuidade aos serviços prestados aos conveniados do IPE. No estado do Rio Grande do Sul, são 314 municípios que possuem convênios de saúde do IPE para servidores municipais. É muito importante esta ação em conjunto com lideranças, os quais celebram a conquista da extensão do prazo para mais 90 dias, para negociar um aprimoramento na relação entre a autarquia e as prefeituras.

Os convênios estavam suspensos, mas a partir desta ação, os usuários passam a ter o atendimento normalizado, podendo utilizar os serviços normalmente para consultas e exames médicos.

Na avaliação do chefe do Executivo Municipal, a ação da Federação (FAMURS) em reunir os prefeitos e apoiá-los nesta busca, foi de grande valia, tendo em vista que há tempos as prefeituras vêm solicitando uma renegociação dos Planos de Saúde, em virtude da crise que assola os municípios e rever a questão do percentual cobrado pelas autarquias.

Na terça-feira (11/7), a Famurs apresentou uma lista com cinco propostas à direção do instituto. Entre as solicitações estão a divulgação dos dados sobre o número de atendimentos por município, o uso de equipamento biométrico de identificação dos pacientes, orientação aos usuários sobre os cuidados com o uso do cartão do instituto, realização de auditoria pelo IPE junto aos seus prestadores de serviço e adoção de um contrato único que reúna todas as prefeituras, medida que reduziria gastos e facilitaria a gestão.

<script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- NoroesteRS Horizontal Interna -->
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-6671241058894185"
     data-ad-slot="5444180360"
     data-ad-format="auto"
     data-full-width-responsive="true"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>
<script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- NoroesteRS Horizontal Interna -->
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-client="ca-pub-6671241058894185"
     data-ad-slot="5444180360"
     data-ad-format="auto"
     data-full-width-responsive="true"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>